do Gr. photós + páthos

Delatores em pantufas (p. 39)

Posted in Le Monde diplomatique by Paulo S. on 31/01/2017

No Reino Unido, a empresa Internet Eyes lançou, em 2009, uma iniciativa idêntica, proposta como uma espécie de jogo aberto a todos os internautas. Também neste caso, o objectivo é vigiar lojas e ruas, identificando eventuais infracções. Para participar e aderir à rede, os voluntários têm de pagar uma pequena taxa mensal. Uma vez verificada a sua identidade, têm acesso às imagens de quatro câmaras de vigilância que são exibidas no seu computador.

Sentados no sofá, os aderentes observam em directo através do olho das câmaras. Se detectam um roubo, uma agressão, um comportamento suspeito, clicam num botão de alerta. A imagem fica então parada e eles podem ampliá-la para verificar. Em seguida, o gerente da loja recebe uma mensagem com a imagem captada. Se ele considerar este alerta útil, são creditados ao internauta delator três pontos. Se ele pensar que o alerta foi justificado, mesmo que afinal não tenha havido infracção, o internauta recebe um ponto. Em contrapartida , se o comerciante considerar o alerta injustificado, o «vigilante» perde pontos. No fim de cada mês, a Internet Eyes promete ao espião que tiver detectado mais fraudes ou roubos uma recompensa que pode ir até às 1000 libras esterlinas…

Ignacio Ramonet em Le Monde diplomatique – edição portuguesa (nº 110 | II série | Dezembro de 2015)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: