do Gr. photós + páthos

Posted in filosofia, livros emprestados by Paulo S. on 14/06/2016

Como Hegel já cuidou repetidamente de observar, do simples facto de algo nos ser «familiar» (bekannt) não se interfere automática e asseguradamente que, por essa mesma circunstância, ele nos seja de pronto «conhecido» (erkannt).

[…] vem-me o mal-estar acentuado por não me sentir nem adepto, nem praticante, do «achoquismo» — uma disseminada corrente de pensamento em voga que, por junto, trata de promover o alçamento da momentânea predilecção avulsa (desde que revestida de sofisticados tiques, e sonorizada pelos apropriados toques) a mais do que suficiente (quando não mesmo: superlativo) princípio reitor das opinações interessantes. Embirro com o género — talvez, por, sem me aperceber, eu próprio nele amiúde me estatelar.

BARATA-MOURA, José, “Que é isso do povo? Notas desgarradas para um respondimento difuso” in O que É o Povo? (coord. José Manuel dos Santos), Lisboa, Tinta-da-china, 2010, p. 76.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: