do Gr. photós + páthos

Posted in filosofia by Paulo S. on 04/06/2015

Quando a história se transforma, ou tende a transformar-se, efectivamente, em história universal — dado que lhe tomaram a palavra os muitos excluídos, mudos, queixosos — torna-se impossível pensá-la verdadeiramente como tal, como um curso unitário, eventualmente destinado a uma emancipação. A utopia, também nos seus aspectos estéticos, implicava este quadro de referência da história universal como curso unitário. E dissolveu-se, também no plano estético, com a efectiva realização de uma certa «universalidade» na forma da tomada de palavra por diferentes modelos de valor e de reconhecimento.

VATTIMO, Gianni, La Societá Transparente (1989), A Sociedade Transparente, Trad. Hossein Shooja e Isabel Santos, Lisboa, Relógio D’Água Editores, 1992, p. 72.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: