do Gr. photós + páthos

Posted in filosofia by Paulo S. on 27/03/2014

«Isto», disse. «Eu vejo uma árvore verde. E para mim é verde. E tu também dirias que a árvore é verde. Concordaríamos neste ponto. Mas será que a cor que tu vês como verde é a mesma cor que eu vejo como verde? Ou, digamos que ambas chamamos preto a uma cor. Mas como é que sabemos que o que tu vês como preto é a mesma cor que eu vejo como preto?»

Passado um momento, Bernice disse: «Nós, pura e simplesmente, não podemos provar essas coisas.»

F. Jasmine esfregou a cabeça na porta e levou a mão à garganta. A sua voz estilhaçou-se e morreu. «De qualquer maneira, não era isto o que eu queria dizer.»

MCCULLERS, Carson, The Member of the Wedding (1946), Frankie e o  Casamento, Trad. Daniel Gonçalves, Lisboa, Edições Cotovia, 1995, p. 147.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: