do Gr. photós + páthos

Combater a corrupção à esquerda: para uma reinvenção necessária (p. 6)

Posted in Le Monde diplomatique by Paulo S. on 21/06/2013

A existência e acção do Conselho de Prevenção da Corrupção, em Portugal, ilustra este problema: a “prevenção” inscrita na sua designação institucional é impossível mediante os instrumentos de que dispõe, os actores que o compõem e o quadro conceptual em que opera. Essa impossibilidade tem ficado amplamente demonstrada ao longo dos últimos anos, com a eclosão mediática de transacções económicas e financeiras que só podem ser entendidas como corruptas se se mantiver uma visão negligente da economia política portuguesa. O caso banco Português de Negócios (BPN) é especialmente claro a este respeito: longe de tratar-se de um desvio, é apenas o corolário lógico das estruturas de poder que suportam essa economia política. E, apesar da acção meritória de alguns representantes da esquerda institucional, exixtiu (e existe) um consenso relativamente amplo e tácito acerca da inevitabilidade da sua repetição.

Luís Bernardo em Le Monde diplomatique – edição portuguesa (nº 80 | II série | Junho de 2013)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: