do Gr. photós + páthos

maneiras de gastar o tempo de jaime jaramillo escobar

Posted in filosofia by Paulo S. on 08/08/2012

O empresário que gasta o tempo a fabricar coisas, diz às pessoas para gastarem o seu a consumi-las.

Não há uma sucessão de dias, mas um único dia que se repete continuamente, e por isso os antigos declararam que o tempo não existe.

No entanto, o padre recomenda-nos que o devolvamos a Deus, que é o seu legítimo dono.

E os autores de livros querem que o apliquemos a ler tudo o que escreveram.

E os produtores de cinema dizem-nos que a imagem é a única coisa
que merece o nosso tempo.

E os músicos acham que todo o tempo é pouco para ouvir tudo o que se compôs desde o princípio do mundo.

No entanto, os agentes de viagens publicam anúncios nas revistas dizendo que viajar é a melhor maneira de gastar o tempo.

E o governo considera que a pátria é a única credora do nosso tempo, com direito e lei.

Mas mais ninguém acredita possuir o nosso tempo como a nossa amada.

E até nós desejamos dispor de um pouco do nosso próprio tempo, quando for possível.

E o meu pai disse-me que não gastou o seu para poder usá-lo na eternidade.

Tradução de Rui Manuel Amaral

fonte: http://canaldepoesia.blogspot.pt/2012/07/jaime-jaramillo-escobar-maneiras-de.html

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: