do Gr. photós + páthos

Carta aberta aos Chovem Projectos (resposta)

Posted in filosofia, fotografia by Paulo S. on 24/09/2007

“Aconteceu de tudo. Foram autênticas experiências inesquecíveis. Enriquecedoras. Os “Dependentes do Ritmo” ainda conseguem a proeza de me fazer rir sozinha, em casa, no metro, no trabalho, antes de dormir, onde quer que a minha memória se lembre de ir repescar esse momento. Por esse momento um muito obrigado ao Luís Carrapato. E nos “obrigados”, convém ainda não esquecer e ana cláudia que não tendo feito muita coisa deu um contributo importante; o Toy a quem proporcionámos um jantar de febras como ele nunca tinha experimentado; o pai enfurecido que, no dia da inauguração decidiu retirar os quadros-expostos-ao-fumo da menina-dos-seus-olhos; o Piçarra que depois de permitir mandou cancelar e a quem eu e a Ariana mandámos pastar; o Diário do Sul que nos publicou; a SOIR que ficou lesada com os gastos colossais de papel higiénico numa bela noite de verão; outra vez a SOIR a quem ajudámos a pagar a dívida que há muito se tinha tornado a dor de cabeça da direcção; a Rute Gil que nos acompanhou a Bibao e a Copenhaga; o João Gomes pela calma e pela falta dela; a CME por ter tido a gentileza de não nos multar quando “forrámos” a cidade de cartazes; o eskema-célia-sid-dj sims-alex aguiã-balboa connection-fred pulga-pedro ferreira-umbigu-rose buttons-houdini blues-e-todos-os-outros por nos encherem os ouvidos de música; A SHE por ser tao singular; o nando por cozinhar tão bem; a précioza e o armando pela bizarria; os colaboradores por serem indipensáveis; a lúcia e o leôncio por darem beijinhos tão fofinhos; o pai natal e o azevinho por inspirarem a celebração mais bonita do ano; o Júlio Jardineiro por dançar tão bem; o Galarza por ter um orgão mágico; o Belo por ter um bar tão lindo e por ser um anfitrião de primeira e o cão por ter ajudado a organizar “a última” festa. Convém ainda não esquecer todos os outros, que estão entre as linhas e as palavras e os sentidos e as memórias.

Não me canso de olhar para a foto que, um dia o Paulo preparou e que uma rapariga, ao acaso, tirou. Perdoa-me Maria porque não estás e também foste importante. Perdoa-me Sid porque não estás e também foste muito importante. Perdoem-me Marta, Manuel porque também foram importantes. Para mim a foto é o recomeço da extensa lista que agora nos enche as memórias e os corações.

aos que considero também meus irmãos um abraço,

cristina”

 

grupo.jpg

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: